Faça o seu PEDIDO DE MÚSICA

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando Agora:

Enquete Enquete

Dê sua opinião sobre a Rádio Mão Estendida.

Audiência Audiência

Visitantes: 5566
Usuários online:

AO VIVO AO VIVO

Nossas Redes Sociais Nossas Redes Sociais

FacebookWhatsAppYouTube

Publicidade Publicidade

Chat AO VIVO Chat AO VIVO

Faça seu Pedidos Faça seu Pedidos

Clique aqui e faça o seu Pedido de Música

Últimas músicas tocadas Últimas músicas tocadas

Informação Informação

SOCIEDADE

Série infantil da Nickelodeon

terá participação de

adolescente “transgênero”

A Nickelodeon afirmou que a empresa irá representar todas as crianças

e suas diversidades.

Sasha Cohen, de 13 anos, uma mulher que se identifica como homem, irá aparecer no episódio do dia 19 de junho de “Danger Force”, um programa infantil de ação da Nickelodeon, propriedade da Viacom CBS.

O ator adolescente abertamente transgênero que irá estrelar na série também teria co-escrito e dirigido o episódio, de acordo com a Variety.

“Nunca me senti confortável com quem sou e sempre pensei que nunca faria um papel transgênero. Mas há tantas crianças por aí que precisam ver alguém como elas – um modelo que tem a capacidade de se mostrar”, disse Sasha Cohen.

O jovem conseguiu o emprego depois que participou do Trans Youth Acting Challenge, lançado por Michael D. Cohen (sem parentesco) em dezembro.

Exemplo para as crianças

O ator Michael revelou que era transgênero há dois anos, que nasceu biologicamente mulher, mas há

cerca de 20 anos ele se identifica como homem.

“Quero que Sasha veja seu próprio poder como ator e como humano”, disse ele. “Eu quero que ele se

sinta orgulhoso de seu trabalho e realmente confiante em si mesmo em todos os aspectos e saiba que

ele ajudará a mudar a vida das crianças por ser o primeiro garoto com experiência trans na Nickelodeon

em live action”.

O vice-presidente executivo de estratégia de programação e conteúdo da Nickelodeon, Paul De Benedittis

, disse que faz muito tempo que a empresa adotou a missão de representar todas as crianças em

suas diversidades, sendo para elas um lar.